quarta-feira, 21 de junho de 2017

Assembleia repudia nota do TCM e diz que deputados sofrem pressão indevida


A Assembleia Legislativa do Estado do Ceará repudiou, nesta terça-feira (20), através de nota, a divulgação do nome de deputados que teriam tido contas julgadas irregulares pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), no exercício de cargos públicos. A nota, assinada pelos membros da Mesa Diretora e Colégio de Líderes, diz ter o objetivo de esclarecer pontos que, tornados públicos, tendem a induzir a sociedade cearense a erro.
Conforme o documento, os deputados estaduais no exercício dos seus mandatos estariam aptos para a atividade pública, pois, caso contrário, sequer poderiam ter disputado as eleições de 2014, que os conduziram ao Poder Legislativo. “A evidente manipulação de dados tornados públicos recentemente procura confundir a população”, diz.
O documento chama atenção para que os cearenses estejam atentos à divulgação de informações que, na realidade, ocultam interesses no que se refere à tramitação de projetos na Assembleia, numa referência a PEC que extingue o Tribunal de Contas Diz que o ato é uma forma indevida de pressão sobre os deputados estaduais e atenta contra a Democracia.