sexta-feira, 23 de junho de 2017

Inhamuns: Exercito promete regularizar situação de Operação Carro Pipa em 72 horas


A 10ª Região Militar do Exército, responsável pela Operação Carro Pipa em zonas rurais do Estado, realizou uma seleção de 40 caminhões que deveriam abastecer os municípios da região dos Inhamuns durantes os meses de maio, junho e julho.
Porém, na terça-feira (20), o radialista Alverne Lacerda, correspondente do Jornal Alerta Geral (Expresso 104,3 FM – Grande Fortaleza e Região Metropolitana + 20 emissoras do Interior do Estado) informou que os carros pipa não fizeram nenhum abastecimento na região no período citado.
Denúncia Carros Pipa
Procurado para responder sobre a denúncia, o Exército afirma que retomará o abastecimento nas próximas 72 horas. Em nota, a instituição esclarece que “a Operação Carro-Pipa (Op Pipa), coordenada no Ceará e no Piauí pela 10ª Região Militar, atualmente distribui água na zona rural de 112 municípios no estado do Ceará, atendendo a uma população de cerca de 807 mil pessoas. Para cumprir essa missão, são contratados 1.600 carros-pipa que se distribuem em todo semiárido cearense. Especificamente no município de Tauá, a Op. Pipa atende a uma população de 179.537 pessoas, e para esse atendimento contrata 56 pipeiros”.
A nota afirma ainda que em relação à suspensão temporária do abastecimento, ocorreu porque “a Organização Militar Executora (OME), o 40º Batalhão de Infantaria (40º BI), de Crateús-CE, precisou refazer todo o seu planejamento logístico para esse abastecimento em função da mudança do manancial de captação de água a ser distribuída”.
Afirmando que esses planejamentos foram regularizados nesta quarta-feira (21), na presença do representante do município nas dependências do 40º BI.

Segue abaixo nota 10ª Região Militar do Exército sobre o caso:
1. A Operação Carro-Pipa (Op Pipa), coordenada no Ceará e no Piauí pela 10ª
Região Militar, atualmente distribui água na zona rural de 112 municípios no estado do
Ceará, atendendo a uma população de cerca de 807 mil pessoas . Para cumprir essa
missão, são contratados 1.600 carros-pipa que se distribuem em todo semiárido
cearense. Especificamente no município de Tauá, a Op Pipa atende a uma população de
179.537 pessoas, e para esse atendimento contrata 56 pipeiros.

2. Em relação à suspensão temporária do abastecimento, ocorre que a
Organização Militar Executora (OME), o 40º Batalhão de Infantaria (40º BI), de
Crateús-CE, precisou refazer todo o seu planejamento logístico para esse abastecimento
em função da mudança do manancial de captação de água a ser distribuída.

3. Conforme preconiza a Portaria Interministerial nº 2, de 25 de julho de
2012, celebrada entre o Ministério da Integração Nacional (MI) e o Ministério da
Defesa (MD), base legal da Op Pipa, cabe à administração municipal a indicação do
local de captação da água a ser distribuída, bem como a apresentação mensal de um
Laudo de Potabilidade que assegure que a água captada não é imprópria para o consumo
humano.

4. Recentemente, todos os mananciais utilizados próximos ao município de Tauá
apresentaram o Laudo de Potabilidade desfavorável a esse consumo. Por conta dessa
situação, o 40º BI, de forma preventiva, suspendeu temporariamente o abastecimento
no município. Com a indicação, pela Prefeitura de Tauá, do Poço do Gilson – PI como
novo manancial a ser utilizado para o abastecimento dos carros-pipa, foi necessário um
novo planejamento, com os respectivos reajustes de recursos, considerando que as
distâncias entre as localidades assistidas e o novo manancial simplesmente dobraram em
relação àquelas anteriormente utilizadas para o abastecimento.

5. Esses planejamentos foram concretizados no dia de hoje, 21/06 (quartafeira),
na presença do representante do município nas dependências do 40º BI. A
retomada do abastecimento deverá ocorrer nas próximas 72 horas.