sábado, 17 de junho de 2017

Oito delegacias fechadas no Maciço de Baturité; Secretaria de Segurança contesta

 
O policial civil Francisco Cavalcante, que assumiu a Delegacia Metropolitana de Guaiúba na última semana, afirma que das 12 delegacias da região do Maciço de Baturité, localizadas na Área Integrada de Segurança 15, apenas quatro estão funcionando. Ele entregou o cargo de delegado regional de Baturité alegando falta de polícia e delegados na Área.
A regional atende 13 municípios, mas de acordo com o delegado Cavalcante, há delegacias funcionando apenas em Baturité, Aracoiaba, Redenção e Guaramiranga. Segundo ele, o atendimento cobre apenas 38,47% da população. Por “falta de pessoal”, estão fechadas as unidades de Acarape, Aratuba, Pacoti, Barreira, Capistrano, Itapiúna, Mulungú, Ocara e Palmacia.
“Muito serviço para pouca gente. O Maciço é muito movimentado pelas quadrilhas do crime organizado. Não existem condições para um delegado sozinho, sem adjunto, comandar uma região inteira”, disse. O delegado Cavalcante ficou pouco mais de dois meses no comando da região, após assumir o cargo em março deste ano.
Segundo Cavalcante, que é ex-deputado estadual, as delegacias citadas só funcionam durante a semana até às 18 horas. Nesse mesmo período, a única delegacia plantonista que atende a todos os municípios é a Delegacia Regional de Canindé. Nos fins de semana, a sede de Baturité também funciona. O delegado afirma que apenas dois peritos da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) atendem a AIS 15.
A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE) contesta a denúncia. Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) afirma que a região da AIS 15 conta com atendimentos regulares em cinco delegacias: “a Regional de Baturité, a Municipal de Guaramiranga, a Municipal de Aracoiaba, a Municipal de Barreira e a Municipal de Redenção”. A abrangência é aos demais municípios do Maciço, com exceção de Ocara, que pertence à área da delegacia de Chorozinho.
“Há ainda duas Unidades Policiais em Capistrano e Palmácia, que realizam procedimentos de menor complexidade. Todas as unidades funcionam de segunda a sexta-feira em expediente normal”, diz a pasta em nota. “Vale ressaltar que a região recebeu mais delegados, inspetores e escrivães que foram designados para dar suporte aos trabalhos já desenvolvidos pela Polícia Judiciária”.
Com informações O Povo