terça-feira, 4 de abril de 2017

Renam a "pedra no sapato" do Presidente Michel Temer


Acuado pela Lava Jato e com perspectivas de não se reeleger, o líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), voltou a investir em um embate público com o governo Michel Temer, a quem acusou de “errático”. Em uma referência velada ao presidente, Renan afirmou que “quem não ouve erra sozinho”.
Neste domingo (2) o senador alagoano postou um vídeo em suas redes sociais para criticar a sanção de Temer ao projeto de lei que trata da terceirização, ao qual Renan era contrário, e disse que a reforma da Previdência proposta pelo governo “pune trabalhadores e o Nordeste”.
“A sanção presidencial da terceirização irrestrita e a insistência do governo em fazer essa reforma da Previdência, que pune trabalhadores e o Nordeste, significa dizer que o governo continua errático e, quem não ouve, erra sozinho”, afirmou o senador no vídeo de 15 segundos.