quarta-feira, 5 de abril de 2017

Camilo Santana participa de evento onde foram apresentados os resultados da CSP


O governador Camilo Santana participou nesta terça-feira (4), na Doca Elevada da Zona de Processamento de Exportação (ZPE-CE), de evento para celebração das conquistas e da representatividade na economia cearense da Companhia Siderúrgica do Pecém (CSP). Durante o encontro, foram apresentados números do maior investimento privado na região Nordeste do Brasil e demonstrações da mudança de patamar do setor industrial do Estado desde a instalação do projeto. Dentre os avanços proporcionados pela siderúrgica, destacou-se o anúncio de investimento de R$ 540 milhões anuais no Estado.
Camilo Santana enfatizou que a instalação da área de indústria no Pecém significa um processo de mudança no perfil econômico do Estado e geração de novas oportunidades. O chefe do Executivo projetou ainda que o Produto Interno Bruno (PIB) do Ceará aumentará em mais de 10% com as atividades da CSP, e que suas atividades representarão 50% do total do PIB industrial cearense.
“Eu gostaria que todos os cearenses tivessem a oportunidade de conhecer a siderúrgica do Pecém. Talvez a gente não tenha a dimensão do que representa esse empreendimento dentro de um estado do Nordeste, um estado pobre e que quase todo ele está no semiárido. A Companhia Siderúrgica do Pecém é uma realização histórica, que traz um novo campo de investimentos e oportunidades para o povo do Ceará”, disse o governador.
Fruto de um investimento de R$ 13,8 bilhões, a Companhia Siderúrgica do Pecém é responsável hoje, no Ceará, por gerar cinco mil empregos diretos e 12 mil indiretos.  No último mês de fevereiro, o valor das exportações cearenses foi de US$ 175,4 milhões, diante de US$ 80,9 milhões registrado no mesmo mês em 2016 – um aumento de 116,76%, conforme o Instituto de Pesquisa e Estratégia Econômica do Ceará (Ipece), ligado à Secretaria de Planejamento e Gestão do Estado do Ceará (Seplag). A companhia lidera a pauta de exportação do Estado com 61,1% do volume total. Foram US$ 197,152 milhões exportados nesta categoria no ano passado, uma performance 926% maior do que em 2015, com US$ 19,214 milhões.
A solenidade realizada pela CSP reuniu, além do governador, lideranças políticas do Estado, funcionários da empresa, acionistas, bancos, fornecedores, empresários e comunidades vizinhas. Com o objetivo de agradecer ao Governo do Ceará pelas contribuições para o processo de consolidação da área industrial, a siderúrgica homenageou Camilo Santana e e também um grupo de ex-governadores cearenses: Adauto Bezerra, Virgílio Távora (in memoriam), César Cals (in memoriam), Gonzaga Mota, Tasso Jereissati, Ciro Gomes, Lúcio Alcântara e Cid Gomes. Destes, Camilo Santana, Cid Gomes e Lúcio Alcântara receberam a honraria presencialmente. Também foram contemplados com a placa de condecoração outras autoridades que apoiaram o projeto, nas esferas municipal, estadual ou federal.
Durante a celebração de resultados na ZPE, o presidente da CSP, Eduardo Parente, reforçou a gratidão das empresas e acionistas envolvidos no empreendimento diante do apoio sempre presente do Governo do Ceará – tanto na gestão do ex-governador Cid Gomes, quanto na de Camilo Santana – para que tudo fosse realizado dentro de prazos e que, atualmente, os resultados já possam ser visíveis.
“Todos os anos a gente vai estar injetando na economia cearense R$ 540 milhões. Nossa produção anual de 3 milhões de toneladas de aço já foi exportada para mais de 10 países, com direito aos maiores elogios sobre a qualidade do produto fabricado no Ceará. Agradeço aos parceiros, em especial aos governantes do Ceará que participaram desse processo e acreditaram no projeto da CSP”, afirmou Parente.
O governador esteve acompanhado da vice-governadora, Izolda Cela, e participou de visita às instalações da siderúrgica junto a comitivas da Coreia do Sul, integradas pelas empresas acionistas na obra, Dongkuk e Posco, tendo à frente, respectivamente, o presidente Sae Wook Chang e o vice-presidente Seung Kyu Lee. Representando o Governo da Coreia do Sul, o ministro Young Seup Kwon completou a participação asiática . A programação na companhia também contou com as presenças do diretor-presidente da Vale, Murilo Ferreira, do presidente do Conselho de Administração da CSP, Hélio Cabral, e do prefeito de São Gonçalo do Amarante (sede da CSP), Cláudio Pinho.
Para o dirigente da Vale, Murilo Ferreira, o Ceará será beneficiado pelo compromisso e visão que teve ao acreditar anos atrás na instalação de uma siderúrgica no Estado. “Eu poderia aqui falar sobre números, mas vou enfatizar o meu agradecimento pela implantação desse projeto, da forma como ele foi feito. Queria agradecer à classe política do Ceará. Nos governos que firmamos parcerias, sempre vimos comprometimento com a causa. Isso fez total diferença para que hoje tenhamos a estrutura e a possibilidade de celebrar os resultados”.