quarta-feira, 26 de abril de 2017

Testemunhas reforçam acusações contra Ivo por abuso de poder e compra de votos


Seis das dez testemunhas de acusação reforçaram, na manhã desta terça-feira(25), ao juiz eleitoral Fábio Medeiros Falcão, as denúncias contra o prefeito de Sobral, Ivo Gomes (PDT), por abuso de poder político, econômico e de autoridade e compra de votos na campanha de 2016. Ivo não compareceu ao Fórum Eleitoral de Sobral e foi representado pelo seu advogado, Thiago Montezuma.
As outras quatro testemunhas de acusação devem ser ouvidas em sessão durante a tarde de hoje. Segundo o juiz Fábio Medeiros, após ouvidas todas as testemunhas, as partes envolvidas – Ivo Gomes, o PMDB Sobral e o deputado federal Moses Rodrigues – serão convocados na primeira quinzena de maio.
Além do prefeito de Sobral, serão investigados no processo a vice-prefeita Christiane Coelho, o ex-prefeito José Clodoveu Arruda Coelho, e mais cinco pessoas.
Camilo dispensado
A defesa de Ivo Gomes dispensou, na tarde de hoje, suas testemunhas, acreditando que a acusação não conseguirá comprovar as denúncias. Entre as testemunhas, estavam o governador do Estado, Camilo Santana, a vice-governadora Izolda Cela, o deputado federal Leônidas Cristino e o secretário de Educação do Estado, Idilvan Alencar.