terça-feira, 4 de abril de 2017

Aula inaugural reúne 1.400 novos praças da Polícia Militar


Os 1.400 aprovados da 1ª turma do Concurso Público para carreira de praças da Polícia Militar participaram, ontem, no Centro de Eventos do Ceará, da Aula Inaugural do Curso de Formação Profissional. O encontro contou com a participação do governador Camilo Santana, acompanhado da vice-governadora Izolda Cela, do secretário da Segurança Pública e Defesa Social, André Costa, e da cúpula da Segurança Pública do Estado.
Camilo Santana apontou que os novos profissionais terão papel indispensável nas ações de Segurança Pública do Estado, como a implantação de novas unidades do Batalhão de Policiamento de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) no Interior e Região Metropolitana de Fortaleza, e melhor distribuição de policiais nas ruas.
“Nós vamos reforçar Fortaleza, Região Metropolitana e todo o interior do Ceará. Isso representa um aumento de quase 26% do efetivo atual, o que será um reforço importante e nos dará a possibilidade de ampliar o Batalhão do Raio no Estado”, disse Camilo.
Realizado em 2016, o concurso para novos praças da PM foi destinado a 4.200 vagas. Serão chamadas pelo Governo do Ceará, até o fim de 2018, três turmas de 1.400 soldados. Durante o evento da 1ª turma, Camilo Santana garantiu que chamará o segundo grupo de aprovados ainda em 2017. O governador confirmou, ainda, que na próxima segunda-feira (10) o Governo vai empossar o último grupo do Concurso Público para Polícia Civil.
Ceará Pacífico
Coordenadora executiva do Pacto por um Ceará Pacífico, a vice-governadora Izolda Cela ministrou a aula inaugural. Ela apresentou detalhes do projeto de ação intersetorial na Segurança Pública. Procuramos compartilhar com eles a agenda que nos move com relação ao Pacto por um Ceará Pacífico. Eu faço o acompanhamento disso e acho muito relevante passar para esse grupo um pouco da perspectiva do serviço público “, explicou a vice-governadora.
Secretário André Costa enfatizou aos alunos do curso que a missão do policial militar passa fundamentalmente por ter o interesse em fazer o bem e cuidar das pessoas através do seu serviço diário. “O bom policial precisa estar sempre do lado da população, estar sempre em contato com as pessoas, abraçar, cumprimentar cada um. Porque a população são os nossos olhos, são os nossos ouvidos, e precisamos muito da participação ativa de todos os cidadãos”, definiu.

O curso
O curso será realizado pela Academia Estadual de Segurança Pública do Ceará. As aulas serão ministradas na sede da AESP e em outras 11 unidades da Polícia Militar, distribuídas em Fortaleza, Sobral e Juazeiro do Norte.

A formação possui carga horária de 1.020 horas/aula, formatadas com base na matriz curricular da Secretaria Nacional de Segurança Pública e Defesa Social (Senasp/MJ), e inclui aulas teóricas e práticas de diversas áreas como: sociedade, ética e cidadania; tiro policial defensivo; direitos humanos; polícia comunitária; gestão de conflitos e eventos críticos; defesa pessoal; técnica policial militar; atendimento em emergências médicas e direção veicular aplicada a atividade policial militar, entre outros conhecimentos que preparam o novo soldado para o policiamento ostensivo e preventivo das ruas.