terça-feira, 30 de maio de 2017

Ato a favor da legalização da maconha lota Av. Beira Mar em Fortaleza





A Av. Beira Mar foi tomada por milhares de manifestante na tarde deste domingo (29) em Fortaleza. É que aconteceu mais uma edição da Marcha da Maconha em Fortaleza, a mobilização já como de costume é realizada no ultimo domingo de Maio e ocorre pelo decimo primeiro ano seguido. A movimentação começou por volta das 14h na Estátua da Iracema Guardiã na Av. Beira Mar, os manifestantes pintavam cartazes e faixas e agitavam com instrumentos e palavras de ordem.
Uma multidão muito diversa, com pessoas de todas as idades, marchou gritando contra a violência provocada pela guerra de combate às drogas, que na prática se mostra como de combate as populações pobres das periferias, é onde as ações policiais e a disputa do tráfico tem gerado um verdadeiro extermínio das juventudes. As diversas alas da manifestação faziam referência a importância da planta Cannabis Sativa para diversas áreas, eram muitas as alas, algumas delas: feminista, medicinal, desmilitarização e cultura reggae.
Logo na parte inicial da marcha estavam os pacientes de cannabis medicinal que formavam uma ala pedindo celeridade no processo de legalização do uso da planta para tratamento de diversas doenças. Mulheres formaram a ala feminista e pautaram o grande número de mulheres das periferias presas pela guerra às drogas. Segundo organizadores mais de 15 mil pessoas foram as ruas e nenhuma ocorrência foi registrada, aconteceu tudo de forma muito organizada e tranquila. O evento foi finalizado com o festival cultural ‘Juventude Resiste’ no anfiteatro da Beira Mar com apresentações artísticas de rap e poesia e shows com Shalon Israel, Zuada Roots, Convicção Ancestral e Ghetto Roots.
A luta continua!
Estaremos nas ruas falando sobre a importância cultural, medicinal/cientifica, terapêutica e espiritual, e também como boa matéria prima, industrial e econômica. Vamos lutar! chegue junto e faça parte dessa batalha!