sexta-feira, 25 de maio de 2018

Deputado José Guimarães mostra em tribuna os desmandos do governo Temer


O líder da oposição na Câmara, deputado José Lula Guimarães (PT-CE), alertou na tribuna nesta quarta-feira (23) sobre a ameaça real de paralisação do País, em decorrência da greve dos caminhoneiros. “O que nós estamos vendo é que o Brasil vai paralisar. E o governo que colocou o País em uma crise desta proporção não faz nada. É como se não estivesse acontecendo nada lá fora! As rodovias interditadas, os caminhões paralisando tudo, uma crise total de abastecimento e ninguém do governo fala nada”, criticou.
O deputado enfatizou que “a tal reunião no Palácio do Planalto fracassou. Não trouxe solução nenhuma”. Ele cobrou ainda alguma manifestação da base aliada de Michel Temer. “Eu não vi ninguém do governo subir à tribuna para dar sequer uma palavra. Inclusive, deveriam relatar o resultado da reunião que tiveram com o presidente Temer, que não produziu nenhum acordo. A reunião terminou fracassada”, reforçou.
José Lula Guimarães citou que até a noite de quarta-feira (23) quatro aeroportos que não tinham combustível para funcionar a partir de hoje. As centrais de abastecimento estão ficando sem produto para disponibilizar para a população e as federações das indústrias do Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e do Paraná dizem que, se o governo não tomar providência, haverá um caos no abastecimento da população a partir de amanhã.
“Esse é o governo que foi produzido com o golpe parlamentar. O governo que prometeu resolver o problema da crise econômica colocando o Meirelles. Que se comprometeu a resolver a estabilidade política, a fazer investimentos. E qual é o resultado disso tudo? É o País em frangalhos, uma greve de grandes proporções”, lamentou.
E o que é mais absurdo, segundo Guimarães, é que aqueles paneleiros que foram às ruas, que foram à Avenida Paulista – “alguns, inclusive, estão aqui no plenário”, estão vendo tudo isso e não movem uma palha. “É o silêncio, como se nada estivesse acontecendo no País”, reforçou.
O deputado afirmou que o governo Temer está “de cócoras para o mundo e de cócoras perante o Brasil”, e não tem mais condição nenhuma de continuar governando. “A tal estabilidade política, a tal maioria que existia aqui na Câmara não existe, e nós só estamos votando alguns projetos aqui porque a Oposição está colaborando com o País, em função do acordo que fizemos para retirar da pauta a privatização da Eletrobras”.
Guimarães concluiu constatando que o Brasil está quebrado “e está quebrado porque esse governo, que não tem legitimidade, está patrocinando a maior política de arrocho dos últimos tempos”.